• DVC Seguros e Benefícios

Gestantes: é melhor plano de saúde ou atendimento particular?

A cobertura médica é um dos fatores mais determinantes durante a gestação, pois a qualidade do pré-natal e a estrutura do parto são decisivas para o bem-estar da gestante e do bebê. Assim, muitas pessoas optam por um plano de saúde durante essa fase.

As gestantes ainda questionam-se sobre a opção do atendimento particular, que também é uma alternativa que pode ser considerada nesses casos. A seguir conheça mais sobre o plano de saúde e o atendimento particular e qual o planejamento financeiro para cada uma dessas opções.

Como funciona o plano de saúde?

O plano de saúde é um fator de muita importância durante a gestação, pois assegura tanto o bem-estar da gestante e do bebê como também impacta o planejamento financeiro familiar.

Nesses casos, o plano de saúde pode ser usado para realização do pré-natal, incluindo os exames e acompanhamento obstétrico necessário para a gestante. Esses atendimentos não possuem nenhum custo adicional para planos de saúde com cobertura integral.

Também existem os planos parciais, nos quais é necessário pagar uma porcentagem dos custos dos profissionais e estrutura utilizados. Caso esteja pensando em crescer a família, no entanto, é indicado contratar um plano de saúde integral, com cobertura de obstetrícia e com antecedência.

Todas as operadoras possuem uma carência de 300 dias, o que faz com que a gestante que fechar o contrato já estando grávida não possa usar os serviços médicos no parto. Dessa forma, a questão da saúde deve ser planejada antecipadamente, garantindo mais segurança e economia para a família.

É possível ainda fechar um contrato com carência reduzida, entretanto, essa opção deve ser acordada com a prestadora já no fechamento do contrato mediante negociação especial.

A opção do plano de saúde para a gestante proporciona mais tranquilidade, evitando estresse e desconforto nessa fase tão importante da vida. Além disso, a economia é outro aspecto determinante.

Como funciona o atendimento particular?

Para quem não conta com um plano de saúde é possível contar com o atendimento particular. Nesse caso, a principal desvantagem são os elevados custos associados, pois todos os exames, consultas e internações precisam ser pagos, elevando os gastos com a gestação.

Os valores podem variar de acordo com os serviços prestados, médicos consultados e região do país. Apesar dos custos elevados, a gestante garante que terá suporte em todas as etapas da gestação, incluindo a disponibilidade de exames mais detalhados.

O procedimento mais custoso na rede particular é o parto, que de acordo com a Associação Médica Brasileira (AMB) pode chegar a até R$ 15 mil reais, pois é necessário arcar com os valores da internação, anestesista, cirurgião, internação e outros.

Ao iniciar uma família, portanto, é importante realizar um planejamento financeiro adequado, o que também inclui fazer um seguro de vida para emergências e pensar em novas alternativas para aumentar o patrimônio familiar, como o consórcio.

Uma solução é que, ao identificar a necessidade de um plano de saúde, uma consultoria especializada, como a DVC Seguros, seja procurada. Com especialistas e experiência de mercado, a consultoria auxilia na definição de uma solução mais vantajosa tanto no aspecto financeiro como também para segurança e tranquilidade da família.

1 visualização0 comentário