• DVC Seguros e Benefícios

Convênio médico para MEI: conheça as principais regras!

Sabia que o microempreendedor individual pode contratar plano de saúde empresarial? A maioria das operadoras passou a trabalhar com esse público oferecendo o convênio médico para MEI. Com isso, é possível conseguir uma série de benefícios, como valor reduzido e menor tempo de carência.

No entanto, existem regras para contratar um convênio médico para MEI. Quer entender como elas funcionam? Confira a seguir!

Obstáculos do MEI na contratação do plano de saúde

Um grande desafio de quem optava pela formalização do negócio como MEI era encontrar um plano de saúde adequado. Isso porque, no geral, o serviço só é comercializado quando serão segurados, pelo menos, três beneficiários.

Mas a modalidade de microempreendedor permite ter apenas um funcionário na empresa. Ou seja, havia um impedimento para adquirir o plano. Então, as operadoras começaram a ser mais flexíveis e admitiram a contratação de convênio médico para MEI.

A partir disso, ficou permitida a aquisição do serviço a partir de dois beneficiários. Assim, é possível adicionar um funcionário ou um dependente direto, como cônjuge ou filhos.

Convênio médico para MEI x Plano individual

Apesar da possibilidade de contratar o serviço para MEI, muitas pessoas acreditam que o serviço é igual ao plano individual. Contudo, a rede de atendimento mostra o contrário.

A rede credenciada dos planos de saúde empresariais, como o voltado para MEI, costuma ser mais abrangente do que o convênio individual. Isto é, oferece maior número de consultórios, laboratórios, profissionais e até hospitais.

Além disso, o plano empresarial pode ter até a cobertura de alguns exames específicos. No entanto, é sempre bom consultar rigorosamente o contrato oferecido por cada operadora.

Assim, o convênio médico para MEI é similar ao empresarial comum e conta com o preço da mensalidade até 35% menor se comparado ao individual.

Quais são as regras e os documentos para contratação?

Porém, nem tudo é tão simples quanto parece. Para adquirir o convênio médico para MEI, é necessário atender a alguns requisitos.

A partir de janeiro de 2018, a ANS passou a exigir a comprovação da atividade empresarial e ao menos seis meses de regularidade cadastral.

Além disso, o empreendedor deve ter em mãos todos os documentos que comprovem este fato. Mas quais são eles? Veja abaixo:

  • Documentos pessoais;

  • CNPJ ativo;

  • Inscrição no Órgão Competente, como a Junta Comercial do estado;

  • Registro ativo perante a Receita Federal ou outros documentos em conformidade com a legislação;

  • No caso de funcionário, o vínculo de trabalho e, se for inserir dependente, é necessário o documento que comprove o vínculo.

Também é possível pedir a reapresentação dos documentos no aniversário do contrato. Isso garante o funcionamento do MEI e a manutenção do contrato.

Como contratar o convênio médico para MEI?

A contratação e manutenção de um plano de saúde para microempresários parece ser fácil de fazer. No entanto, existem muitas opções disponíveis e é importante encontrar o melhor tipo de convênio para a sua realidade. Para isso, conte com o apoio de uma consultoria de seguros.

A DVC Seguros é especialista no atendimento de microempreendedores. Com experiência de mercado, atuamos de modo personalizado e próximo do cliente. Tudo para ajudá-lo a encontrar o plano de saúde que supra todas as necessidades do seu negócio e com o melhor custo-benefício.

Atuamos em 4 etapas:

  • Identificação das necessidades;

  • Apresentação das soluções que se encaixam no seu perfil;

  • Implementação do serviço;

  • Acompanhamento contínuo para assegurar a manutenção e a adequação das soluções contratadas.

Conheça as soluções de convênio médico para MEI e entre em contato conosco agora mesmo!


2 visualizações0 comentário