• DVC Seguros e Benefícios

Como incluir o colaborador corretamente no plano de saúde corporativo

Muitas vezes, o plano de saúde corporativo é o benefício crucial para que um colaborador opte pela empresa na hora de escolher entre duas propostas de trabalho.

Afinal, doenças de todos os tipos prejudicam não só a vida profissional do funcionário, mas também a pessoal. E isso impacta diretamente na produtividade do dia a dia. Até porque, por causa dos problemas de saúde, aumenta o número de atrasos, faltas e ausências no trabalho.

Assim, é fundamental investir em um plano de saúde corporativo e conhecer todos os detalhes para a inclusão de um novo colaborador. Isso porque este processo requer atenção para evitar problemas futuros.

Como funciona a inclusão de colaboradores?

Ao ser contratado, o novo colaborador precisa estar ciente de que seu plano pode demorar até 30 dias para ser ativado.

Cabe à empresa enviar os dados para a operadora de seguros efetivar o plano. No entanto, os erros internos podem atrapalhar este procedimento e trazer prejuízos ao funcionário.

O importante é a empresa perceber o eventual erro a tempo de evitar transtornos ao colaborador que precisar usar o plano de saúde corporativo.

Como evitar erros na inclusão do plano de saúde corporativo?

A área de recursos humanos da empresa precisa agir de forma minuciosa no momento de realizar a inclusão do novo colaborador no plano de saúde corporativo para que não haja problemas.

Além de inserir o funcionário novo, os responsáveis pelo RH devem estar atentos àqueles que possuem dependentes.

De acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) dependendo do tipo de contrato, podem ser considerados dependentes:

  • Parentes de 1º grau consanguíneo: pais e filhos;

  • Parentes de 2º grau consanguíneo: avôs e netos;

  • Parentes de 3º grau consanguíneo: bisavós, bisnetos, tios e sobrinhos;

  • Cônjuge e companheiro: marido e mulher do funcionário beneficiado, assim como companheiros (relações homossexuais);

  • Parentes por afinidade: sogros.

Como fazer a gestão de benefícios?

A escolha de uma consultoria com foco na gestão de benefícios é a melhor opção para empresas que não querem correr o risco de ter problemas com a inclusão de colaboradores no plano de saúde corporativo.

Como as demandas da área de recursos humanos são muitas, contar com o apoio de um time de especialistas neste momento é mais do que importante. E pode ser fundamental.

Além disso, a empresa ganha em agilidade para incluir ou excluir colaboradores e há relatórios gerenciais para controlar o que é utilizado. Dessa forma, as chances de erros operacionais são reduzidas.

Veja como a DVC Seguros pode ajudar

A DVC Seguros é uma corretora de planos de saúde e benefícios que está à disposição para fazer novas cotações de plano de saúde corporativo, com objetivo de apresentar as melhores opções de custo-benefício para as empresas.

Com atendimento personalizado e contínuo mesmo após a contratação dos planos, a DVC Seguros tem em seu portfólio de produtos diversas opções para pessoas jurídicas, como seguro de vida para empresas, seguro de frota, consórcio para empresas, entre outros serviços.

Se a sua empresa está em busca de uma consultoria em benefícios para fazer a gestão dos seguros e planos de saúde oferecidos aos funcionários, entre em contato conosco e saiba como podemos ajudar.

3 visualizações0 comentário